29 de mar de 2010

As amigas do parque

Depois de uns 3 anos combinando e desmarcando, hoje fui tomar um café na Livraria Cultura com a Mirian, minha amiga há 31 anos.
Nos conhecemos no playground do Parque Trianon, onde ela levava a Bruna e o Paulo que tem a mesma idade dos meus, Andre e Isabel.
Foi uma época inesquecivel nas nossas vidas, éramos muitas mães, poucas babás. As crianças brincavam na areia e nenhuma teve micose. Eles brigavam e nós nunca nos metemos, só apartávamos, uma vez Isabel bateu com uma pázinha de metal na cabeca do Paulo, quase morri de vergonha e aflição, acho que a Mirian não deve ter gostado, mas foi elegantérrima. Nesse tempo tão bom, nós tivemos também a alegria e o privilégio de conviver com o Vovô Alberto, que morando na Avenida Paulista esquina com Consolação, ia lá todos os dias e, ao invés de ficar sentado num banco tomando sol, ficava fofocando conosco e tomava mais conta dos nossos filhos do que a gente. Fizemos duas festas de aniversário para ele,a de 90 anos no prédio da Mirian e a outra, um piquenique no parque. Quando seu Alberto morreu fizemos a missa de 7º dia no Colégio Sao Luiz. Fomos com maridos e todas as crianças que, passados mais de 25 anos, ainda se encontram e se gostam. A maioria delas estudou no Dante. Quando a Luisa nasceu em 1982, os maiores já crescidos começaram a ir à escola e o parque acabou.Nunca mais houve outro grupo igual àquele. Ainda bem que ate hoje, mesmo não nos vendo a toda hora, quando nos encontramos, retomamos o papo no mesmo ponto. Parece que o tempo nao passou, até porque a Mirian continua igualzinha, linda, chic e jovem.

2 comentários:

Lesma de sofá disse...

Tem momentos, fases, encontros que são tão importantes na vida da gente... , têm tanto significado, né?
E viva as amizades novas e antigas!!!
bjs

Anônimo disse...

Ai que saudade...
Eu morava na fazenda.
Quando vinha prá SP levava a Regina, que tem a idade da Luiza, ao Trianon.
Quase me esqueci do "Vovô do Parque".
Estou adorando suas histórias.
bjs,
Gogó