25 de mar de 2010

Voltando pra casa

Eu não gosto de ditados nem de frases feitas, quando dizem que o melhor da festa é esperar por ela, acho que é porque a festa deve ter sido uma porcaria .Quando viajamos, dizem que o melhor é voltar pra casa. Será? Eu acho que quando a viagem é uma delícia como esta para Orlando, o melhor é não voltar tão cedo. Fomos, eu e Luís Augusto, encontrar a Luísa que lá estava a trabalho para a Folha de São Paulo, há uma semana. Eu cansei de sugerir à ela que falasse com seu chefe propondo uma matéria sobre a Disneyworld para a 3ª idade que eu faria por uma módica ajuda financeira. Ela, muito boba, não aceitou minha proposta. Se fosse no tempo do seu Frias, eu mesmo daria um jeito de falar com ele, que, como não era bobo nem nada, acharia uma grande idéia.
Viajar para uma cidade que é um grande parque de diversões exige fôlego que ainda tenho para umas 10 horas, depois disso, banho e cama. Meu inglês continua péssimo, minha coordenação motora, cada dia mais confusa e se não fosse essa querida, competente e deliciosa jornalista que mesmo nos dias que eram das suas férias, continuava atrás da notícia, a me cuidar, sei não, acho que não seria a mesma coisa. Ela que sempre foi super independente, determinada e expedita, na nossa primeira viagem ao parque, foi amarrada em mim, para escândalo de muitos, em uma coleira de cachorro. Hoje isso virou moda, muitas e muitas mães fazem isso, é o melhor jeito de não perdermos nossos pequenos naquela multidão. Só agora me lembrei disso, se tivesse comentado antes, aposto que ela não teria dúvidas em, dessa vez, me amarrar nela. Outra história que me lembrei agora, foi da nossa segunda viagem para lá, quando recém alfabetizada, já mostrando a autonomia que rege a sua vida, no meio da confusão da esteira rolante na chegada ao aeroporto, some. Quando finalmente a achamos, eu histérica, descubro que ela foi ao banheiro sozinha, pergunto já gritando - como foi ao banheiro? como você vai sozinha ao banheiro? que banheiro? que banheiro? E ela num jeito meio esquisito responde que no banheiro de homens. À beira de um ataque de nervos eu grito com ela, mas Luísa!!! Como é que você vai ao banheiro de homens? Ela me responde com uma arzinho de superioridade – Uai, tinha uma plaquinha com um desenho de mulher onde estava escrito Uómem (Women).
Esta é a minha filha caçula, poliglota desde os 7 anos

8 comentários:

Pablo disse...

Eu também não gosto de ir em festa que dizem:
- Só fica bom depois da meia noite.
Uó!

Seja bem vinda!

Pelo jeito foi muito bom!

Que fofo essa sua filha hein, já sacaneando a mãezinha. Uómem rsrsrs...

Abraços.

Anônimo disse...

que maravilha, pituca. estava com saudade. esqueça a folha, faça a matéria aqui na sua tribuna.
beijos gordos,
léo

Claudia Jacomo disse...

Muito legal o jeito que vc escreve..adorei as suas historias.....beijossssssssss.

Patricia Mendonça disse...

Pituca!!!!!!

Vc quase me mata de tanto rir! Fantástico seu post!
Concordo plenamente com a matéria sobre Orlando para a 3ª idade, eu mesma, q nunca fui, mas adoraria, seria beneficiada com ideias de gente experiente! Da próxima vez, se quiser alguem prá carregar as malas, estou às ordens.
Beijos,
Patrícia
P.S. - Foi conhecer meu blog? Não? uhmmmmmm acho q vou boicotar o seu hein?

dominique disse...

adorei a idéia da disney para a terceira idade!!!!!ou melhor:PARA A MELHOR IDADE!!!!!a gente ainda "guenta" 10 horas de parque...dá risada de tudo;não tem mais filho pequeno que pode se perder(ou que a gente precisar levar ao banheiro e ficar segurando para não encostar na privada-fora que as costas não aguentariam....)e curte muito mais,sem medo de ser feliz!!!!acho que poderiamos lançar um guia da disney para a melhor idade!!!!a gente experimenta e a luiza escreve!!!!!beijão

Néia disse...

Pelo jeito sua viagem foi muito boa, mas que bom que voltou, eu estava sentindo falta das suas postagens, bjo.

Lilian Rose disse...

ahahahahah minha frase preferida ée sta; O MELHOR DA FESTA É ESPERAR POR ELA!!!! TENHO UM MOOOONTE DE POSTS SOBRE ISSO NO MEU BLOG( COISA DE LILLY)
é verdade
tem coisa melhor que aquela festa em que vc foi sem botar fé, e no final de diverte muito...da qual vc n esperava nada?
bjs lilly

Aurea disse...

He, he Pituca, chegou chegando! A viagem deve ter sido muito divertida e movmentada, pelo jeito. Sentimos falta dos textos. Abraços, Aurea