14 de nov de 2010

Vale a pena?


Vale a pena? claro que vale.
Emagrecer
sempre é bom e aqui a gente ainda tem o bônus das novas e queridas amizades, das risadas e do sol que hoje iluminou uma região deslumbrante.
Para celebrar, aqui vai o "Mar Português":

Ó mar salgado, quanto do teu sal
São lágrimas de Portugal!
Por te cruzarmos, quantas mães choraram,
Quantos filhos em vão rezaram!
Quantas noivas ficaram por casar
Para que fosses nosso, ó mar!

Valeu a pena? Tudo vale a pena
Se a alma não é pequena.
Quem quer passar além do Bojador
Tem que passar além da dor.
Deus ao mar o perigo e o abismo deu,
Mas nele é que espelhou o céu.

3 comentários:

Lesma de sofá disse...

Menina, eu ADORO essa poesia. É a minha preferida do nosso amigo poeta português com múltiplas personas.
No museu do homem do mar em Jaraguá do Sul, que é maravilhoso, tem esse texto logo na entrada...
Faltou só o :
Oh Portugal, és nevoeiro...
(é nessa parte que a gente se entusiasmava quando declamava isso na adolescência...haha)
bjsbjs

Néia (Dulci) disse...

Pituca tudo sempre vale a pena quando se quer melhorar de alguma forma, no físico ou na alma. Siga firme!
Beijos

Luisa Alcantara e disse...

meus versos preferidos!