22 de mai de 2011

Há que se comemorar!

Outro dia casou o filho de uma amiga. Menino querido, que conheço e amo desde sempre, convidou apenas algumas tias que faziam parte da sua história. Por sorte eu era uma delas e pude assistir um casamento lindo. Cheguei cedo, adoro ver a noiva entrar, e, na porta da igreja, encontro a irmã do noivo, mãe das gêmeas mais lindinhas e queridas do mundo, que, com dois anos e pouco, vestidas de dama de honra, estavam se achando, como eram mesmo, muito importantes. No colo do pai, uma delas, ao ver um de seus pares (me recuso a chamar de “daminho” e acho garçon d’honneur um pouco esnobe)-um menininho pequenininho, que devia ter no máximo dois anos, vestido de fraque e gravata, ela, assustada pergunta para o pai: é um bebê homem que nem esse "hominho" que a mamãe tem na barriga? Que delícia!!! Que vontade de saber contar essa história com a graça e charme com que a Patti Netto, prima-sobrinha, conta no seu delicioso http://www.limpinhoecheiroso.blogspot.com/,  as graças do Victor, seu filho,e agora também, dos filhos de suas amigas. Não fosse eu muito metida e estar muito sem assunto, mas com muita vontade de escrever, deveria ter ligado e contado, para que, ela sim escrevesse. Fui procurar uma foto para por aqui e nao achei, achei a do aniversário de 100 anos da dona Lourdes, mãe da tia Amália que fez um chá  para as amigas mais próximas e eu, muito encherida, fui convidada também. Que exemplo de família tem a dona Lourdes. Belíssima, chiquérrima, sempre com o cabelo e as unhas impecávelmente arrumadas, com um salto alto que eu já aposentei há uns cinco anos. Se eu tiver sorte, espero poder chegar aos 70 como ela. E, se puder deixar uma descendência linda e correta como a dela, já não quero mais nada.
beijos
P.S.: Acabo de lembrar que é pajem que se chama o par da dama de honra. Péssima a mania que eu tenho de postar antes de corrigir.

3 comentários:

Anônimo disse...

É sempre muito bom ler seu blog.
Anaisa Fontes

Néia Lambert disse...

Que bom saber que vc estava com vontade de escrever!

Beijos

Biba Arruda Marques disse...

Mig meu filho dia desses foi o "noivinho"veja lá no face que graça. Ele levou a coisa tão a sério que era o proprio mensageiro indo na frente para abrir caminho para o amor passar. Dia 17 de setembro tem mais.
Parece que o menino leva jeito para isto. Adorei seu post!